Basílica de Nossa Senhora do Rosário - Santuário de Fátima, Portugal
  • Pinterest

Basílica de Nossa Senhora do Rosário, no Santuário de Fátima,

 

O Santuário de Fátima é uma visita imperdível para quem vai a Portugal. Visitado por cerca de 7 milhões de peregrinos por ano, esse é o principal destino de turismo religioso do país, o mais visitado da Europa e um dos mais visitados em todo o mundo.

Embora o volume de excursões seja grande, o de brasileiros que resolvem fazer a viagem por conta própria cresce cada vez mais.

Afinal, Portugal é um país que se pode alcançar com vôos diretos a partir de muitas cidades brasileiras, as cidades portuguesas não são grandes demais, são bem sinalizadas e, na hora de qualquer dúvida, a lingua falada lá é a mesma que a nossa e o povo é muito simpático e acolhedor.

A tudo isso ainda se somam a boa rede de estradas, o abundante serviço de ônibus e trens e os preços, que estão entre os mais baixos da Europa para aluguel de veículos, hospedagem e alimentação.

Indo de Lisboa a Fátima

Procissão noturna à luz de velas - Santuário de Fátima, Portugal
  • Pinterest

Procissão à luz de velas no Santuário de Fátima

Situada a apenas 130 quilômetros de distância de Lisboa, a pequena cidade de Fátima é ligada à capital portuguesa pela importante rodovia A1 e pode ser alcançada facilmente em cerca de 1h30 de viagem de carro ou de ônibus.

Embora isso permita sair de Lisboa, visitar Fátima e voltar no mesmo dia (o famoso “bate-e-volta”) dedicar apenas um dia para conhecer Fátima é um verdadeiro pecado.

Por tudo o que há para se visitar no Santuáruio de Fátima, na vila de Aljustrel, onde nasceram e viveram os três pastorinhos e nas cidades próximas, como Ourém, Batalha, Tomar e Leiria, o mínimo recomendado é uma viagem de pelo menos dois dias.

Conhecendo Lisboa antes de Fátima

Marco dos Descobrimentos, em Lisboa, Portugal - Visit Lisbon
  • Pinterest

Marco dos Descobrimentos, em Lisboa

Uma opção que vale a pena ser avaliada é aproveitar para primeiro explorar as belezas e inúmeras atrações de Lisboa, a capital portuguesa, e deixar para conhecer Fátima em seguida.

Nesse caso, talvez seja mais interessante alugar o carro mais tarde, pois é muito mais tranquilo conhecer a cidade usando aplicativos de transporte, circuitos turisticos de ônibus, metrô ou até os simpáticos bondes lisboetas. 

Ficar de olho no GPS, aplicativos como Waze e Google Maps ou ainda mapas pode ser interessante quando se quer só ir do ponto A para o ponto B, mas tira toda a graça quando se está conhecendo uma cidade, curtindo paisagens e observando as novidades.

Indo a Fátima de carro

Acesso a Fátima na autoestrada A1- Foto Wilimedia
  • Pinterest

Acesso a Fátima na autoestrada A1

A A1 é uma rodovia pedagiada de quatro faixas moderna, segura e bem sinalizada que liga Lisboa à cidade do Porto, na região norte de Portugal e é considerada a mais importante do país.

Embora quem a utilize tenha de pagar pedágio (“portagem“) a A1 não tem praças de pedágio como as que conhecemos no Brasil, pois a cobrança é feita por um sistema eletrônico. A tarifa para o percurso no trecho entre Lisboa e Fátima é de 8,15 euros.

Quem pretende começar a sua visita a Portugal por Fátima pode aproveitar que a estrada passa pertinho do aeroporto e alugar um carro lá mesmo.

Vale a pena pesquisar preços e fazer a reserva com antecedência usando o site RentCars.com (www.rentcars.com.br/?requestorid=151), que garante tarifas muito competitivas, já com quilometragem ilimitada e seguro.

A velocidade máxima na A1 é de 120 km/h, o que significa que dá para ir de Lisboa a Fátima em cerca de uma hora.

Mas atenção: tanto na saída do aeroporto quanto na entrada em Fátima, os limites de velocidade são de 50 km/h, bem mais baixos. 

LEIA TAMBÉM  Conheça as principais atrações do Santuário de Fátima

Indo a Fátima de ônibus

Ônibus da Rede Expressos, que faz a ligação entre Lisboa e Fátima - divulgação
  • Pinterest

Ônibus da Rede Expressos, que faz a ligação entre Lisboa e Fátima

Quem não se sente à vontade para alugar um carro pode optar por ir a Fátima de ônibus, uma solução muito prática.

O serviço entre Lisboa e Fátima é operado pela Rede Expressos (www.rede-expressos.pt), com ônibus modernos, limpos e confortáveís, dotados de Wi-Fi gratuito e tomadas elétricas junto aos assentos.

Essas tomadas são ótimas para recarregar o smartphone ou tablet, mas são de dois pinos, como as que eram usadas  até pouco tempo atrás. Portanto, além do carregador, você vai precisar de um adaptador.

As passagens (“bilhetes”) custam 12,20 euros em cada sentido e podem ser compradas online no site da empresa, inclusive com marcação de assento.

A empresa oferece 27 horários diários, saindo de Lisboa desde as 6h30 até as 22h00 e durando cerca de 1h20 . Os ônibus tanto podem ser da Rede Expressos como de suas associadas Renex e City Express.

Vale lembrar que em alguns meses no período entre maio e outubro, o movimento de peregrinos é maior e tende a se refletir também na procura por passagens de ônibus.

O pico é no mês de maio, principalmente no dia 13, dia em que comemora Nossa Senhora de Fátima, mas o movimento nos dias 13 dos outros meses até outubro também costuma ser acima do normal.

A melhor opção para tomar o ônibus é ir de metrô (www.metrolisboa.pt) do aeroporto até a moderna Estação Oriente. A viagem é rápida (cerca de seis minutos) e custa 1,50 euro.

A estação Aeroporto fica a cerca de 150 metros do terminal e a estação Oriente, a pouco mais de 200 metros da Estação Oriente.

Chegando a Fátima, a estação rodoviária fica pertinho do Santuário e da maioria dos hotéis. Caso vá ficar em um hotel e esteja com bagagem pesada, basta chamar um táxi ou veículo de aplicativo.

Para ir até o Santuário de Fátima, basta virar à direita ao sair do Terminal Rodoviário e caminhar cerca de 300 metros para chegar à parte traseira da bela Basílica da Santíssima Trindade, numa das extremidades da Cova da Iria.

 

LEIA TAMBÉM  Ligação aérea entre Fátima e Lourdes impulsiona o turismo religioso