Este ano as cerimônias de abertura da Porta Santa da Catedral de Santiago de Compostela, na Espanha, que dão início ao Ano Santo Jacobeu, incluíram o anúncio de uma importante novidade.

Excepcionalmente, em função das dificuldades decorrentes da pandemia de coronavírus, o Papa Francisco estendeu o período de obtenção da tradicional indulgência plenária por mais um ano.

Dessa forma, os peregrinos poderão obter a indulgência plenária até o final de 2022, em vez só até 31 de dezembro de 2021.

Como os Anos Santos são os que costumam atrair o maior número de peregrinos ao Caminho de Santiago, de forma que a extensão concedida excepcionalmente pelo Papa Francisco, a influência negativa da pandemia sobre o turismo religioso poderá ser mitigada.

Ano Santo Jacobeu

Imagem do apóstolo São Tiago no altar-mór da Catedral de Santiago de Compostela - foto Catedral de Santiago
  • Facebook
  • Pinterest
  • Twitter

Imagem do apóstolo São Tiago no altar-mór da Catedral de Santiago

O tradicional Ano Santo Jacobeu teve início na tarde do dia 31 de dezembro de 2020, com a abertura da Porta Santa da Catedral de Santiago de Compostela.

Essa abertura é uma cerimônia centenária em que a parede que obstrui a porta, impedindo a entrada dos peregrinos, é derrubada após ser simbolicamente “quebrada” com o uso de um martelo cerimonial.

Também conhecida como Porta do Perdão, a Porta Santa está localizada na parte traseira da Catedral, voltada para a Praça de Quintana e permanece aberta durante todo o Ano Santo Jacobeu, voltando a ser fechada no final desse período.

Marca do Ano Jacobeu em Santiago de Compostela, Espanha
  • Facebook
  • Pinterest
  • Twitter

Marca do Ano Jacobeu em Santiago de Compostela

O Ano Santo Jacobeu ou Ano Jubilar Compostelano é um tempo em que a Igreja concede indugência plenária aos fiéis, em imitação do que a Bíblia diz do ano jubilar dos israelitas, que a cada 7 anos tinham um Ano Sabático, durante o qual quem houvesse vendido suas terras por necessidade as recuperava e os escravos adquiriam liberdade. A cada 50 anos era o comemorado o Ano do Jubileu (Lv, 25).

No Evangelho de São Lucas, Jesus diz que vem anunciar um ano da graça do Senhor (Lc, 4:16) e a Catedral de Santiago de Compostela, com o seu Ano Santo, concede também um ano especial de graça.

Comemora-se um Ano Santo Compostelano quando o dia 25 de julho, quando se lembra o Martírio de São Tiago, cai num domingo.

Sua origem data de 1122, com o Papa Calisto II, posteriormente confirmada pelo Papa Alexandre III na Bula “Regis aeterni” de 1179, conferindo-lhe perpetuidade.

Como obter a indulgência plenária no Ano Santo Jacobeu

Fachada da Catedral de Santiago de Compostela, na Espanha - divulgação
  • Facebook
  • Pinterest
  • Twitter

Detalhe da fachada da Catedral de Santiago de Compostela

A indulgência plenária é o perdão completo de todos os pecados cometidos desde o batismo e para obtê-la durante o Ano Santo, os peregrinos devem:

  • Visitar a Catedral de Santiago de Compostela e o túmulo do Apóstolo São Tiago, fazendo uma oração (por exemplo, o Pai Nosso ou o Credo) e rezando pelas intenções do Papa.
  • Receber os sacramentos da confissão (pode ser 15 dias antes ou depois da visita) e da Sagrada Comunhão.

A indulgência também pode ser recebida na intenção de um falecido.

Embora a tradicão mande que durante o Ano Santo Jacobeu os peregrinos entrem na Catedral de Santiago de Compostela pela Porta Santa, isso não é obrigatório para obter a indulgência plenária, assim como não é obrigatório ter percorrido qualquer das rotas do tradicional Caminho de Santiago.