Uma das características do Caminho de Santiago, a mais famosa rota de peregrinação do mundo, é a existência de diversas opções de percurso, a partir de praticamente todos os pontos da Europa.

No entanto, existem três que se destacam na preferência dos peregrinos: o Caminho Francês, o Caminho Português e o Caminho Português da Costa.

No ano de 2019, 347.578 peregrinos se registraram no Escritório de Peregrinos de Santiago de Compostela, na Espanha.

É lá que praticamente todos que fazem o Caminho de Santiago passam para receber o cobiça certificado que testemunha que o peregrino fez a jornada e a distância que percorreu.

Segundo o Escritório de Peregrinos, 189.937 desses peregrinos, ou 54,65% do total, utilizaram o percurso conhecido como Caminho Francês.

A segunda opção mais utilizada foi o Caminho Português, preferido por  72.357 peregrinos, o equivalente a 20,82% do total.

E a terceira foi o Caminho Português da Costa, utilizado por 22.292 pessoas, ou 6,41% do total de homens e mulheres que fizeram o Caminho de Santiago em 2019.

Isso significa que 27,23% dos peregrinos preferiram partir de Portugal para fazer o caminho até Santiago de Compostela, enquanto que 54,65% optaram por partir da França.

Resumindo, 81,88% dos que percorreram o Caminho de Compostela em 2019 optaram por partir da França ou de Portugal, embora isso não signifique que franceses ou portugueses sejam maioria entre os peregrinos.

Origem dos peregrinos

Peregrinos percorrem o Caminho de Santiago com cadeira de rodas

Peregrinos percorrem o Caminho de Santiago com cadeira de rodas

Embora o Caminho receba peregrinos de todo o mundo, em 2019 foram os espanhóis os que constituíram a maioria esmagadora, com 42,11% do total, seguidos pelos italianos (8,27%), pelos alemães (7,53%), pelos americanos (5,94%) e pelos portugueses (5,02%), na quinta posição.

A França foi responsável por 2,66% dos peregrinos, ficando na sexta posição, seguida pelo Reino Unido (2,63%), pela Coréia do Sul (2,37%) e pela Irlanda (1,96%).

O Brasil foi o décimo pais que mais enviou peregrinos para percorrerem o Caminho de Santiago, num total de 6.025 homens e mulheres, ou 1,73% do total.

Rotas do Caminho de Santiago

Marca do Caminho Português da Costa, opção dos Caminhos de Santiago

Marca do Caminho Português da Costa

Tradicionalmente, “fazer o Caminho” significa que o peregrino sai de sua casa para chegar à “Casa de Santiago”, a Catedral de Santiago de Compistela.

O Caminho de Santiago não é um fim em si mesmo, mas um meio para atingir a meta: visitar a tumba de Santiago.

Algumas das rotas mais tradicionais e conhecidas são o Caminho Francês, o Caminho Português, o o Caminho Português da Costa, o Caminho Primitivo, o Caminho do Norte, o Caminho Inflês e a Via De La Plata, entre outras.