Um movimento relativamente recente vem ajudando a mudar o mercado de turismo religioso no Brasil: operadoras de turismo que antes concentravam todo o seu foco em viagens de lazer passaram a incluir nos seus catálogos viagens religiosas e peregrinações.

Com isso, o turismo religioso, antes considerado um “mercado de nicho” (ou seja, especializado, de pouco volume em comparação a outras modalidades de viagens), deixou de ser explorado apenas por operadoras e agências especializadas e passou a ser disputado também por operadoras de turismo nacionais de médio e grande porte que antes só investiam em outros segmentos do mercado de turismo.

Reflexos positivos para o turismo religioso

O ingresso desses novos “players” é uma notícia muito importante, pois certamente vai implicar em reflexos muito positivos para o segmento de turismo religioso, que passará a ter visibilidade muito maior.

São reflexos que beneficiam principalmente quem deseja fazer uma viagem religiosa, como possibilidade de compra-la em qualquer agência de viagem, mais opções de datas de viagens, maior variedade de produtos e destinos e mais opções de parcelamento, entre outros. 

Já os agentes de viagem de todo o país, duramente penalizados com o corte de comissões oferecidas pela maioria das empresas aéreas, passam a poder oferecer e serem remunerados pela venda de mais um produto, oferecido por fornecedores conhecidos e nos quais confiam, com mecanismos de vendas e confirmação mais ágeis, além de ainda ganharem acesso a um novo público consumidor. 

 
Marcas familiares entram no turismo religioso

Vista das basílicas do Rosário e Imaculada Conceição, no Santuário de Lourdes - foto Tomas Llorente - Flickr
  • Facebook
  • Pinterest
  • Twitter

Embora possam ser considerados novatos no segmento, os recém-chegados são nomes conhecidos e respeitados do mercado turístico nacional, com marcas familiares tanto para o público consumidor quanto para os agentes de turismo de todo o país, que são os responsáveis pela venda de “pacotes”, passagens e outros produtos turísticos.

Por isso, as vantagens da entrada de operadoras como CVC, Flytour, Schultz, Agaxtur, Flot, Intercontinental e Soft, entre outras, são inúmeras e tendem a ser permanentes.

O mercado passa a também ser explorado (no bom sentido) por empresas muito maiores, que contam com uma poderosa rede de agências de viagens para distribuírem seus produtos, têm grande fôlego financeiro e estão acostumadas a investir em publicidade e promoção.

Divulgação é essencial para estimular a demanda em praticamente qualquer mercado, assim como capilaridade de distribuição. Uma boa capacidade financeira permite que a empresa arrisque mais.

Um exemplo do resultado da combinação desses fatores, é a possibilidade de oferecer saídas confirmadas para um roteiro, independente de se atingir um determinado o número de clientes.

 
Papa e Jornada reforçaram turismo religioso

Esse movimento das grandes operadoras em direção ao turismo religioso já podia ser observado discretamente nos últimos anos, mas o foco na época ainda era muito forte na Terra Santa.

Com a eleição do carismático e humilde Papa Francisco, que fez que os olhos do mundo todo se voltassem para o Vaticano, essas operadoras passaram a considerar roteiros europeus de turismo religioso, explorando principalmente Portugal, Itália e França.

A intensa repercussão da Jornada Mundial da Juventude em todo o Brasil e a ampla cobertura que o evento mereceu nos grandes veículos de comunicação, principalmente na Rede Globo, ajudaram a dar um novo impulso à iniciativa.

Finalmente, a divulgação da cerimônia de Canonização do extremamente popular Papa João Paulo II e do Papa João XXIII no dia 27 de abril do próximo ano fez com que muitas operadoras investissem na criação de roteiros específicos para tirar proveito do grande interesse gerado junto ao público brasileiro.
 

Confira alguns pacotes de turismo religioso que foram destaque recentemente

CVC lança roteiros para a canonização de João Paulo II e João XXIII

CVC lança roteiro Canonização e rota franciscana com Cascia

Confira em detalhes outro roteiro da CVC para a canonização dos Papas

Canonização de João Paulo II e João XXIII movimenta o turismo religioso

Operadora Flytour Viagens lança 4 roteiros com a canonização de João Paulo II e João XXIII

 
O que você acha da entrada de grandes operadoras no mercado brasileiro de turismo religioso? Comente!