Site da Rota da Luz, de turismo religioso, ligando Mogi das Cruzes a Aparecida

Página inicial do site da Rota da Luz


 
Acaba de ser lançada uma nova opção para quem deseja fazer uma peregrinação a pé até Aparecida: a Secretaria de Turismo do Estado de São Paulo implantou uma nova rota turística, denominada Rota da Luz, que deve servir de opção à Via Dutra, uma das rodovias mais movimentadas do País.
Com 194 km de extensão, a Rota da Luz SP passa por nove municípios paulistas, começando em Mogi das Cruzes, na Grande São Paulo e terminando em Aparecida.
O novo roteiro integra o Programa Caminha São Paulo, da Secretaria de Turismo do Estado, que já conta com outras opções para quem deseja fazer turismo religioso, como a Rota Bandeirante, a Rota Franciscana e a Rota Passos dos Jesuítas.
O percurso tem início na Estação Estudantes, em Mogi das Cruzes, na região da Grande São Paulo, e passa por outras oito cidades, correndo paralelamente à Via Dutra: Guararema, Santa Branca, Paraibuna, Redenção da Serra, Taubaté, Pindamonhangaba, Roseira e Aparecida.
 
LEIA TAMBÉM  Aparecida à pé: conheça o roteiro detalhado da Rota da Luz

 
Depois de 27,2 quilômetros cruzando Mogi das Cruzes, os romeiros percorrem 19,9 quilômetros em Guararema em direção à Santa Branca, de onde continuam num trecho de mais 30,9 km. até Paraibuna.
Dessa cidade, são mais 30,8 km., até chegar a Redenção da Serra, que fica a 33,5 km. da cidade seguinte, Taubaté. De lá, o percurso segue em direção a Pindamonhangaba, continuando por mais 23,1 km. até chegar a Roseira, de onde parte o trecho final de 26 km, até Aparecida.
Segundo a Secretaria de Turismo, “o governador recebeu esta demanda dos romeiros que caminhavam às margens das rodovias e precisavam de uma opção mais segura” e aprovou a criação da Rota da Luz.
 
Mais segurança
 
Governador Geraldo Alkmin inaugura a Rota da Luz

Governador Geraldo Alkmin inaugura a Rota da Luz


 
A nova rota é formada por estradas secundárias que oferecem aos romeiros uma alterativa de percurso mais segura para chegar a Aparecida, possibilitando além da contemplação e reflexão, o conhecimento das paisagens, da história e das riquezas naturais das cidades do percurso.
Segundo o Prefeito de Mogi das Cruzes, Marco Bertaiolli, a Rota da Luz trará desenvolvimento do turismo para as cidades que serão cortadas por ela. “O turismo será desenvolvido e haverá a oportunidade de renda para quem mora nas estradas rurais, casas poderão ser transformadas em pousadas. Além do aspecto religioso, também há este ganho para as cidades”, disse.
 
LEIA TAMBÉM  Ir para Aparecida à pé exige preparo e muitos cuidados

 
A cerimônia de lançamento da Rota da Luz contou com a benção do bispo diocesano de Mogi das Cruzes, Dom Pedro Luiz Stringhini, do governador Geraldo Alkmin e sua esposa, do Secretario de Turismo do Estado de São Paulo, Roberto de Lucena, do Prefeito de Mogi das Cruzes e diversas outras autoridades.
 
Sinalização, site e aplicativo
 
Todo o percurso será sinalizado com placas indicativas e os caminhantes receberão um “passaporte” e poderão registrar a sua passagem pelos municípios com a utilização de QR Code (código quadrado em 2D que pode ser escaneado pela câmera fotográfica do celular), instalados em estabelecimentos comerciais e locais públicos indicados no site www.rotadaluzsp.com.br.
A exemplo das demais rotas no Estado de São Paulo, desde o seu lançamento a Rota da Luz já oferece aos interessados um site completo com mapa interativo que pode ser imprimido, descrição das cidades do roteiro, dicas para a caminhada e muito mais.
 
Guia da Rota da Luz pode ser imprimido

O Guia da Rota da Luz pode ser impresso


 
LEIA TAMBÉM  Cuidados necessários para as romarias a pé a Aparecida

 
Certificados
 
Quem desejar poderá receber dois certificados após fazer a caminhada: um emitido pela Secretaria de Turismo do Estado de São Paulo e outro emitido pela Basílica de Nossa Senhora Aparecida.
O certificado emitido pela Secretaria exige o cadastramento no site da Rota da Luz, que gera um nome de usuário e senha únicos. Com eles, é possível  fazer o dowload do aplicativo da Rota (disponível gratuitamente na Apple Store ou no Google Play) e registrar sua passagem em cada município com o uso do QR Code instalado em estabelecimentos comerciais e locais públicos ao longo do caminho.  Ao completar 70% do percurso, o site liberará o seu certificado para impressão.

Já para obter o certificado de Peregrino Mariano, é preciso apresentar o Guia da Rota da Luz (impresso a partir do site) na Basílica de Nossa Senhora Aparecida com o registro de carimbos de, no mínimo, três municípios diferentes. Cada município possui um modelo de carimbo e eles podem ser obtidos em estabelecimentos e locais públicos ao longo do percurso.
 
O Guia com os espaços carimbados deverá ser apresentado na Secretaria da Basílica, de segunda a sexta-feira, das 7 às 17h30, aos sábados, das 6 às 17 horas ou aos domingos e feriados, das 7 às 16 horas.

 

Se você tem interesse em ir a pé até Aparecida, não deixe de ler também:

 
 Aparecida à pé: conheça o roteiro detalhado da Rota da Luz
 
Peregrinação para Aparecida pela Rota da Luz é conselho da NovaDutra
 
Ir para Aparecida à pé exige preparo e muitos cuidados
 
Romeiros que vão a Aparecida devem tomar cuidados 
 
 

[intense_content_box shadow=”5″ background=”info” icon=”comments”]Caso tenha interesse em encontrar outras pessoas interessadas em ir à pé até Aparecida, fique à vontade para usar a área de comentários abaixo para deixar o seu recado, informando a sua cidade, o dia que pretende fazer a peregrinação e os seus dados para contato.[/intense_content_box]