Um dos mais conhecidos destinos de turismo religioso na França é a Abadia de Mont Saint-Michel.

A história relata que após três aparições do arcanjo São Miguel, Aubert, bispo de Avranches, fundou um santuário no ano de 708 no Mont-Tombe.

Consagrado em 709, o templo religioso nunca deixou de atrair visitantes e peregrinos do mundo inteiro desde então.

A abadia tem a particularidade de ter sido erguida sobre uma ilha rochosa, que ora fica totalmente cercada de água ou isolada no meio da areia, conforme o movimento da maré.

Patrimônio mundial da Unesco, o conjunto reúne construções de diversas épocas consideradas verdadeiras jóias da arquitetura: desde uma igreja pré-romana, dos séculos XI e XV, conventos romanos e góticos.

Visão diurna da Abadia do Mont St-Michel
  • Facebook
  • Pinterest
  • Twitter

O Mont Saint-Michel e sua baía atraem três milhões de visitantes anualmente, o que o torna o destino turístico mais freqüentado da região da Normandia e o segundo mais frequentado de toda a França, depois de Paris.

Além das lindas vistas diurnas, o local ainda oferece um concorrido espetáculo noturno de som e luz com 1h30 de duração, oferecido todas as noites, exceto aos domingos.

Recuperação
Ao longo do tempo, a área ao redor da Abadia foi ficando assoreada, principalmente e função da construção de um caminho de pedras ligando a ilha à terra firme, que há mais de 130 anos bloqueiam as correntes marítimas.

Para recuperar a área, desde 2005 vem sendo implantado um ambicioso projeto que inclui a construção de uma nova passarela, remoção da passarela antiga, criação de  um parque com serviços de recepção e informação, vias pedestres e linhas de transporte público.

Um dos modernos ônibus elétricos com acesso para deficientes do Mont Saint-Michel
  • Facebook
  • Pinterest
  • Twitter

Um dos modernos ônibus elétricos com acesso para deficientes

Os visitantes que desejarem poderão percorrer os mais de 2,5 quilometros que separam a ilha do continente utilizando modernos ônibus elétricos.

Com isso será possível recuperar o espírito de travessia para o Monte,  aproveitando o tempo para apreciar a paisagem da baía, com paradas na barragem e na ponte-passarela, e com uma vista panorâmica sobre o rochedo de Tombelaine, a Abadia e a baía.

As obras devem ser concluidas em 2015, com a destruição da ponte centenária depiois de ter sido concluida a nova ponte-passarela.

Durante as obras, o Mont Saint-Michel estará aberto aos visitantes.

Serviço

Informações: www.accueilmontsaintmichel.fr
Escritório de turismo do Mont Saint-Michel: www.ot-montsaintmichel.com