Destaques

No dia da Imaculada Conceição, Basílica da Sagrada Família ganha Torre de Maria

A Basílica da Sagrada Família, em Barcelona, inaugura a Torre da Virgem Maria, também conhecida localmente como a Torre da Mãe de Deus, no dia 8 de dezembro, consagrado à Imaculada Conceição.

Com impressionantes 138 metros de altura, a Torre da Virgem Maria é a mais alta da Basílica da Sagrada Família até agora, mas até 2026 será superada pela Torre de Jesus, que será encimada por uma grande cruz e terá 172,5 metros de altura.

A torre é a primeira da Basílica a ser concluída nos últimos 44 anos e exigiu um investimento de mais de 1,5 milhão de euros.

Quando o projeto for completado, a Basílica da Sagrada Família terá 16 torres: a de Jesus, a da Virgem Maria, as dos quatro evangelistas e as dos doze apóstolos.

As torres da Basílica da Sagrada Família

Ainda faltam ser concluídas cinco torres: a de Jesus e as dedicadas aos quatro evangelistas, São Mateus, São Marcos, São Lucas e São João.

Em construção desde 19 de março de 1882, ou seja, há 139 anos, a Basílica tem a sua conclusão prevista para 2026, quando será comemorado o centenário de falecimento do revolucionário arquiteto Antoni Gaudí, que fez dessa  maravilha arquitetônica a atração turística mais visitada não só de Barcelona, mas de toda a Espanha.

Em anos normais a Sagrada Família, como é chamada pelos habitantes da cidade, chega a receber mais de 4,5 milhões de visitantes.

A Torre da Virgem Maria

A estrela da Torre da Virgem Maria, vista ainda no chão

A nova torre da igreja idealizada por Gaudi e dedicada à Sagrada Família, será encimada por uma grande estrela de aço e vidro, iluminada por dentro, que poderá ser vista a grande distância.

A parte superior da torre é dividida em três partes. A inferior representa uma coroa, tem seis metros de altura e é adornada com doze estrelas de ferro forjado.

A central tem 18 metros de altura e é chamada de poço ou lanterna, sendo toda revestida com mosaicos em branco e azul e terminando em três braços que sustentam a estrela. 

E a terceira é a estrela, que tem com doze pontas de 2,9 metros cada uma, com um diâmetro de 7,5 metros e um peso total de 5,5 toneladas. 

Além da estrela, a Torre de Maria será iluminada por dentro e a luz poderá ser vista através de suas 800 janelas. Internamente, a luz da Torre será projetada sobre o altar da Basílica.

Vista da base da Torre da Virgem Maria, posicionada sobre o altar

A associação de Nossa Senhora às estrelas já vem de muitos séculos: ela é chamada de Estrela do Mar (Stella Maris), a Estrela da Manhã e existe inclusive a devoção de Nossa Senhora da Estrela.

Confira mais sobre a Torre da Virgem Maria neste vídeo da Basílica da Sagrada Família:

Leia também

Compartilhe

Notícias recentes

Congresso Internacional de Turismo Religioso começa hoje no Uruguai

Começa hoje a 17ª edição do Congresso Internacional de Turismo Religioso e Sustentável, que continua… Continue lendo

JMJ Lisboa 2023 volta a ser destaque nos Workshops de Turismo Religioso de Fátima

De longe o mais significativo evento católico, a Jornada Mundial da Juventude (JMJ) Lisboa 2023… Continue lendo

Congresso Internacional de Turismo Religioso tem inscrições gratuitas até 19/5

O Congresso Internacional de Turismo Religioso e Sustentável, que acontece de 9 a 11 de… Continue lendo

Congresso Internacional de Turismo Religioso e Sustentável chega ao Uruguai

A  cidade de Paysandú, no Uruguai, será a sede da 17ª edição do consagrado Congresso… Continue lendo

Rota das Catedrais mostra que turismo religioso pode ser feito de bicicleta

Dá pra se fazer turismo religioso de bicicleta? Há vários exemplos que mostram que sim,… Continue lendo

Jordânia é o Destino Convidado dos Workshops Internacionais de Turismo Religioso

A Jordânia, destino de turismo religioso que foi palco de muitas das passagens que constam… Continue lendo