Secretário de Turismo da Bahia, José Alves e a superintendente das Obras Sociais de Irmã Dulce, Maria Rita Pontes - Setur-BA

A superintendente das Obras Sociais de Irmã Dulce, Maria Rita Pontes e o Secretário de Turismo da Bahia, José Alves


 
Ações para o fortalecimento do segmento do turismo religioso na Bahia foram avaliadas pelo Secretário de Turismo da Bahia, José Alves e a superintendente das Obras Sociais de Irmã Dulce, Maria Rita Pontes, em reunião no dia 26 de agosto, em Salvador.
Entre os assuntos discutidos estiveram melhorias necessárias para o Santuário e Memorial Irmã Dulce, situado na Cidade Baixa, em Salvador.
Maria Rita solicitou sinalização com placas na área externa e apoio para a identificação de investidores para o projeto de requalificação do memorial, por meio da Lei Rouanet.
O Secretário de Turismo comprometeu-se a colaborar com todas as ações necessárias: “Vamos apoiá-los, dando maior visibilidade ao complexo turístico de Irmã Dulce”, disse José Alves.

Destaque no turismo religioso

Praça Irmã Dulce - Salvador, Bahia - Divulgação
O santuário e memorial recebem mais de 80 mil visitantes por ano e estão entre os destaques do turismo religioso na Bahia.
Para melhor receber os visitantes e valorizar ainda mais o local, a Secretaria de Turismo e a Companhia de Desenvolvimento Urbano do Estado estão realizando uma obra de requalificação do Largo de Roma.
O projeto prevê a eliminação da rotatória entre o Largo de Roma e o Memorial Irmã Dulce, que passarão a integrar um único conjunto.
Dulce Lopes Pontes, a Irmã Dulce, foi beatificada pela Igreja Católica em cerimônia realizada em 2011, após ser reconhecida pelo Papa Bento XVI como Serva de Deus.