Romeiro carrega cruz até Aparecida - foto Thiago Leon - Santuário Nacional Aparecida
Ir a Aparecida a pé, principalmente em outubro, quando é comemorado o Mês da Padroeira, já se tornou uma tradição para milhares de romeiros.
Essa é uma das mais marcantes formas de peregrinação para o destino de turismo religioso mais visitado de todo o Brasil e costuma estar associada ao pagamento de promessas ou ao agradecimento por graças alcançadas.
 

Rota da Luz é opção mais segura

 
Embora a maior parte dos romeiros ainda utilize o acostamento da Via Dutra, os riscos envolvidos fizeram com que o governo do Estado de São Paulo criasse a Rota da Luz, que utiliza vias secundárias, com menor tráfego de veículos e segurança muito maior.
 

Guia da Rota da Luz pode ser imprimido

Guia da Rota da Luz pode ser impresso


 
A nova opção oferece uma estrutura bem montada, inclusive com site e aplicativo, permitindo até a impressão de mapa do trajeto.

Ele corre paralelamente à Via Dutra e começa na Estação Estudantes, em Mogi das Cruzes, na região da Grande São Paulo, passando por outras oito cidades: Guararema, Santa Branca, Paraibuna, Redenção da Serra, Taubaté, Pindamonhangaba e Roseira, até chegar a Aparecida.
Depois de 27,2 quilômetros cruzando Mogi das Cruzes, os romeiros percorrem 19,9 quilômetros em Guararema em direção à Santa Branca, de onde continuam num trecho de mais 30,9 km. até Paraibuna.
Dessa cidade, são mais 30,8 km, até chegar a Redenção da Serra, que fica a 33,5 km da cidade seguinte, Taubaté. De lá, o percurso segue em direção a Pindamonhangaba, continuando por mais 23,1 km até chegar a Roseira, de onde parte o trecho final de 26 km, até Aparecida.
Conheça mais sobre a nova rota clicando no link ao lado: Rota da Luz é nova opção para peregrinação a pé a Aparecida  

Cuidados para uma caminhada segura

 
Apesar de não recomendar a utilização dos acostamentos da Via Dutra, em função dos riscos envolvidos, a Concessionária CCR NovaDutra adotou uma postura preventiva, distribuindo folhetos com dicas de segurança para os  romeiros, afixando de faixas alertando os motoristas e distribuindo folhetos nas praças de pedágio.
 
Faixa da NovaDutra durante a semana da Padroeira em Aparecida
 
Segundo a CCR NovaDutra, existem formas menos arriscadas de caminhar em direção a Aparecida. A principal preocupação é com romeiros que caminham pelo acostamento, muito próximos à faixa da direita, e nas travessias de trevos e acessos, onde o risco de atropelamentos é maior.
 

LEIA TAMBÉM  Falta uma semana para 3a Romaria de Profissionais de Turismo em Aparecida
Dicas de segurança para romeiros que vão a pé a Aparecida

 

Aspecto da movimentada Via Dutra, que liga o aeroporto de Guarulhos a Aparecida e à Canção Nova

A movimentada Via Dutra liga o aeroporto de Guarulhos a Aparecida e à Canção Nova


 
A CCR NovaDutra elaborou uma lista de cuidados importantes que devem ser tomados por quem deseja peregrinar à pé até Aparecida:

1)    Caminhe no sentido contrário ao do tráfego, em fila indiana, o mais distante possível da pista e do acostamento;

2)    Só caminhe durante o dia claro. Evite caminhar à noite ou na madrugada;

3)    Use roupas claras e coloridas, se possível, use faixas refletivas; aumente ao máximo a sua visibilidade para os motoristas;

4)    Descanse fora da rodovia; se houver veículo de apoio, que seja estacionado em local seguro, nunca no acostamento;

5)    Redobre sua atenção; rodovia é espaço para veículos, não para pedestres;

6)    Se chover, interrompa sua caminhada; os riscos são maiores com pista molhada.

 
Vale a pena ler também:  
Romeiros que vão a Aparecida devem tomar cuidados
Nova Dutra aconselha peregrinação para Aparecida pela Rota da Luz

[intense_content_box shadow=”5″ background=”info” icon=”comments”]Caso tenha interesse em encontrar outras pessoas interessadas em ir à pé até Aparecida, fique à vontade para usar a área de comentários abaixo para deixar o seu recado.  Não se esqueça de informar a sua cidade, o dia que pretende fazer a peregrinação e os seus dados para contato (e-mail ou telefone). A Viagens de Fé recomenda que a peregrinação seja feita pela Rota da Luz, evitando os perigos da Via Dutra! [/intense_content_box]